quarta-feira, 27 de abril de 2011

Começam as grandes batalhas

Eu nunca entendo o que querem, mas com certeza não é nada em benefício ao Santos. Sempre antes de uma decisão são feitas especulações, Ganso sempre está em pauta e com envolvimento do traíra-irmão da marginal. Até para o Danilo está sobrando e já falam em mais discórdia Santos vs. DIS, a despeito da própria DIS ter oferecido jogadores ao Santos, mostrando que há possibilidade de conversa.

Mas é assim mesmo e há muito tempo. E não é por outro motivo que existem tantos, mas tantos blogues santistas. Porque não dá para depender simplesmente da imprensa para saber o que de fato acontece na Vila Belmiro. E creio eu que esse universo de blogues santistas seja onde há torcedores mais unidos. Mesmo espalhados pelo Brasil, a força dessas opiniões é gigante e incomoda muita gente. É a corrente pra frente.

E a corrente pra frente se forma com enorme força novamente hoje, voltando toda atenção a nossa amada e sagrada Vila Belmiro. #Hojetem e é contra os mexicanos do América. O Peixão jogou para o gasto contra o Táchira, em um Pacaembu arrepiante e lindo todo de branco, e contra a Macaca, já pelas quartas do Paulistão. No jogo do Táchira, o Santos poderia ter saído com resultado mais expressivo e até com o primeiro lugar do grupo da Libertadores. Mas até que foi bom ficar em segundo, pois se fôssemos primeiros, pegaríamos logo o penúltimo campeão da competição, o Estudiantes.

Claro que o América não é um adversário fácil. Aliás, na última participação do Peixe na Libertadores, foi o América de Cabañas que nos eliminou. Então, não haverá moleza. Mas é um adversário mais tranqüilo do que ter que ir à Argentina, apesar da longa viagem ao México. Fora que será uma boa oportunidade de termos nossa revanche. Para quem não se lembra, o Santos não passou pelos mexicanos por conta de um gol. Um gol que foi marcado por Kléber Pereira e muito mal anulado no primeiro jogo lá do mata-mata. Enfim, ótimo momento para acertarmos contas, não acham? E este jogo em especial será bom o Santos não jogar para o gasto, pois tem semi-final do Paulista no sábado e depois longa viagem ao México para jogar na terça. Se der para fazer um bom placar hoje, garante tranqüilidade para as próximas partidas.

E as grandes batalhas da Libertadores começam hoje para nós. Ontem, vimos que não dá para dar bobeira, o Grêmio, o imortal que mais morre, deu o alerta. Então, que os jogadores sintam a energia da Vila lotada, o Alçapão voltou. Apitos, cantos e apoio incondicional. E é isso o que os jogadores encontrarão e é nesse ritmo temos tudo para comemorar mais uma vitória nessa noite.

#PracimadelesSantos

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Um manto com muito peso

Místico! Não tem jeito. Ele, o Rei, o vestiu e com ele fez seu reinado. Magistral reinado. E antes do Rei e depois dele também muitos vestiram esse manto branco e lembraram ao mundo que o importante do futebol é o gol. E de gol que temos fome, nós santistas, e queremos gols no jogo de logo mais.

E #Hojetem e tem no Pacaembu. E diferente do que foi na semana passada, o Santos vive um momento de paz. Parece que os 99 anos fizeram muito bem ao espírito do grupo. Claro que houve uma conjunção de fatos novos, mas tudo tendo culminado com data de aniversário de 99 anos ficou com cara de roteiro épico - e que seja épico este ano de 2011 para nosso Gloriso Alvinegro Praiano!

Mas a epopéia santista de 2011 está longe do fim e o jogo de hoje é fundamental para termos um final memorável. É importante lembrar que, em momento algum nessa Libertadores, o Santos deixou de depender apenas de seus próprios resultados para se classificar, apesar de textos que muitos publicam em seus jornais ou portais. Aliás, estes ficaram de um silêncio depois da vitória contra o Cerro, se bem que alguns ainda insistem em não dar o braço a torcer. Uma pena.

E depender de si é fundamental, mas não diminui a responsabilidade, aumenta. Então, o Santos não pode entrar no clima de já ganhou, a torcida não está neste clima. A torcida está no clima de expectativa, a torcida está no clima de quem quer a paz com o time. A torcida do Santos lotará hoje o Pacaembu, deverá ter o maior público do ano no estádio e fará uma festa sem igual. Estaremos lá hoje ao lado de cada jogador, com nossos hinos de amor ao Santástico de Vila Belmiro.

O jogo de hoje tem tudo para ser a confirmação dessa nova fase do Santos. O vento das boas novas nos trouxeram Muricy, que fez a equipe voltar a acreditar. E acreditem: foi possível ver de novo os meninos da Vila sorrindo nos últimos treinos, culpa das vitórias e de Muricy. É trabalho mesmo. Os ventos também tiraram do DM o incansável Arouca. O Monstro da Vila faz uma falta incrível e como é bom vê-lo novamente com a 5. Os ventos descortinaram, para os céticos, o bom futebol de Adriano e Danilo, que estão ajudando demais o time, jogam por 20. Foram nesses ventos que as vitórias voltaram para trazer paz entre equipe e torcida.

À noite desta quarta é para ser especial. E será! A corrente para frente estará unida novamente para empurrar nosso querido Santos a mais uma vitória.

#PracimadelesSantos

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Só haverá um presente

#Hojetem de novo e de novo o Santos se vê envolto a mais polêmicas. Polêmicas que começamos a desconfiar que são até plantadas para ver se desestabiliza o time antes de uma grande decisão. E pelo que vimos na semana passada, parece que funciona, tanto que tivemos importantes baixas para hoje.

Só que hoje é diferente. Hoje o jogo será longe e isso traz a vantagem de o burburinho não ficar tão próximo do elenco e é claro que a desvantagem de não podermos atormentar o adversário e cantar nossos hinos de amor ao Peixe para que time se sinta empurrado à vitória.

Só que hoje é diferente não só por causa disso. Há 99 anos, em um mesmo 14 de abril, nosso Glorioso Alvinegro Praiano surgia para o mundo. Nasceu grande e durante todos esses anos se tornou um dos gigantes do esporte bretão. Então, hoje - e é preciso repetir muitas vezes a palavra hoje - só haverá um presente possível que é a vitória contra o Cerro. Só isso nos trará a satisfação de comemorar esta data tão bonita!

Peço a você, Maestro, que leve o time à vitória. Você e o professor Muricy são nossas esperanças. Mas muito mais você, pois hoje será você quem estará em campo, você é que poderá se doar ao máximo e você é quem é o gênio da história.

Não quero saber de polêmicas, nem de descer o sarrafo em ninguém. Mais uma vez peço a torcida do Santos que seja mais Santos. Hoje não poderemos estar lá, mas vamos com o coração mesmo, com nossos pensamentos positivos para ajudar o time. Pois trazendo a vitória, o Pacaembu estará lotado para ver a classificação contra o Táchira.

É isso. Parabéns, Santos Futebol Clube! Santos, meu amor!

#PracimadelesSantos

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Desabafo

*eu escrevi o texto ontem, quinta, mas o blogue me sabotou! mas foi bom porque ontem tínhamos mesmo que voltar pensamentos e orações para as vítimas do Rio...

Ontem a torcida foi exemplar, apoiou, mesmo quando o time estava bobeando em campo e principalmente quando estava desfalcada de dois jogadores. Nos 90 minutos, não nos importamos quem estava errado no nosso time, tinha que levar o time à vitória, pressionando a arbitragem, infernizando com apitos o Colo Colo e cantando nossos verdadeiros poemas de amor ao Peixão.

E vencemos e até convencemos, mas é preciso olhar para os problemas e eles são muitos. Apesar da péssima atuação do árbitro, que complicou o jogo, não teve critérios nos cartões e, mesmo sem saber a regra e muitos não sabiam mesmo, eu não sabia e lembro até ano passado o caso dos bonés contra o Naviraiense, o Neymar e todo time estava muito nervoso. O que o Elano fez foi de uma infantilidade ímpar e o Zé Eduardo precisa realmente pegar suas coisas e ir para Itália, pois já não está com a cabeça aqui faz tempo. A alegria do ano passado deu lugar a um pilhamento de nervos sem necessidade. Os jogadores parecem ter comprado a história que aquela irreverência criticada pela imprensa precisava desaparecer e não é assim.

O time está todo tenso e o caso Ganso só faz aumentar essa tensão. O Colo Colo tem um time bem mais ou menos, minha gente, e quando o Santos resolveu jogar um pouquinho fez os gols, com facilidade, com beleza, precisão, com jogada coletiva e jogada individual e é assim que tem que ser. Mas coisas como essa do Ganso faz o grupo ficar rachado, enciumado com tantas cifras que se falam e com tanta atenção dada, principalmente aqueles que estão carregando o piano como o Danilo. É preciso resolver.

O caso do Ganso me entristece, pois teve a torcida ao lado dele o tempo todo e, de repente, não mais que de repente, ele vira as cotas ao Santos para se aliar ao DIS, empresa que investe no futebol, mas que está em litígio com o Santos. Jogadores de dentro do elenco, de fora do elenco, gente com tarimba, com vivência, com currículo está tentando alertar ao atleta o mal que ele está fazendo a própria carreira, forçando a barra para fechar a porta mais importante para ele no futebol, a porta do time que o projetou para o mundo. Espero sinceramente em momento de virada nesse caso e que acabe com o surpreendente selo da paz entre Ganso e diretoria.

Ah... Diretoria. Eu te elogiei demais no ano passado e não removerei um ponto daquilo que eu disse, mas é preciso manter o mesmo rumo, manter a seriedade. Acho que fez bem ao demitir o Adilson Batista, mas demorou demais ao contratar o novo técnico. O Adilson tinha que sair, mesmo com os cornetas da imprensa dizendo que não. Eles não entendem, não viam um time mal montado, mas treinado, péssimo na situação física, escolhendo erradamente os jogadores para as competições. Mas demorou a vir o Muricy. Quase que não deu mais tempo e isso custaria o planejamento de todo um ano. E ainda pode custar.

O Santos como time precisa voltar a sorrir. Ah... e como precisa. Essa sisudez toda, culpa desses acontecimentos, culpa da imprensa que parecia de fato incomodada com a irreverência, precisa ir embora, para ontem. E Muricy, por favor, meu amigo, não traga a sua. Una esse grupo, faça-o sorrir novamente, incentive as dancinhas e até as máscaras. Porque essa da máscara foi ridícula a expulsão do Neymar, acho que o árbitro tinha obrigação de analisar o caso, punir com o amarelo foi demais. Mas é passado e o futuro dependerá de o Muricy e todo o grupo voltar a sorrir.

A torcida já mostrou que vai estar do lado de vocês, mesmo com os problemas, na hora do jogo é Santos, é coração. Então, que volte a ser Santos completo, com molecagem e irreverência, pois essa é a marca desse time, esse é o caminho para as vitória.

#VaiSantos

quarta-feira, 6 de abril de 2011

#Hojetem

E tem um time de uma camisa pesada. Quando adversários entram no estádio Urbano Caldeira, lotado, e vêem o manto branco do outro lado do campo, pronto para o jogo, é impossível não lembrarem toda a história que ali existe, quantos craques por ali já passaram.

Hoje tem uma equipe de jogadores de seleção brasileira. Independente dos problemas, Ganso, Neymar, Elano, Léo, Danilo, Alex Sandro, Alan Patrick, Edu Dracena, todos eles, seja em categoria de base ou no profissional, já vestiram a amarelinha, ou seja, alguma qualidade eles possuem e não é hora de cobrarmos com xingamentos, mas de incentivarmos esses jogadores a extrair o melhor deles a favor do Peixe.

Hoje a torcida tem que ser santástica, como foi tantas vezes ano passado nos jogos na Vila pela Copa do Brasil. Tem que lotar, tem que cantar, tem que infernizar o Colo Colo e tem que apoiar, dar carinho para nosso time. E se não for assim, não será.

Claro que estou vendo muita coisa errada e até queria ter escrito sobre essas coisas antes. Mas hoje não, hoje é corrente para frente, é vibração positiva, é torcida pura, é coração!

#PracimadelesSantos