segunda-feira, 26 de abril de 2010

A primeira final passou e vencemos

Saudações alvinegras praianas! Agora sim, um texto mais do presente, mais atual. Essas declarações de imposto de renda estão me matando. Mas negócios são negócios. hehehehe

Mas vamos falar do Peixe! Ah... Santos, você ainda me mata do coração. Impressionante! Eu fico muito tenso nesses jogos finais. Se eu tiver um dia que defender o campeonato de pontos corridos, eu só teria esse argumento: jogos de finais são tensos e botam a prova qualquer coração. E haja coração!

O Santos começou avassalador ontem, mas ficou intimidado frente a violência do Santo André. Veja bem, não é uma crítica, mas uma constatação. O Santo André bateu no início do jogo e depois jogou muito, mas muito mesmo. O PC, árbitro da partida, foi bem na minha opinião, coibiu usando cartões e só falhou ao não marcar o pênalti claro no Neymar.

Depois desse lance do pênalti, o Santos tomou sufoco até o fim do primeiro tempo e não foi surpresa nenhuma o resultado obtido pelo time do ABC. 1 a 0 numa falta onde, para mim, o Felipe poderia ter defendido. Mas o Santo André poderia ter feito outros gols e só não fez por falta de qualidade de seu elenco.

O Santos extremamente acuado, o Neymar se apagou e isso me preocupou na hora. Mas depois fiquei um pouco tranqüilo, pois vi que o nosso jovem craque não tinha se sentido intimidado pelos zagueiros do Santo André. Mas fiquei depois até um pouco mais preocupado pela contusão que ele sofreu. Agora acabei de ler que o Neymar já receber alta e tem boas chances de estar no jogo final.

O Peixe foi para o intervalo e o torcedor ficou ansioso, pois todos sabemos que o Santos não passa jogo sem marcar gol. E foi assim que a torcida recebeu o time na volta do intervalo, cantando, pulando, fazendo festa e apoiando. O time levou uma baita bronca do Dorival, e não era para menos, mas essa bronca junto ao apoio que vinha da arquibancada mudou a postura dos jogadores. E no ritmo usual, o Santos voltou a ser o rolo compressor de sempre e meteu 3 no Santo André.

Neymar não voltou para segunda etapa e o André decidiu o jogo a nosso favor. Apesar de ter achado que o Dorival fez certo de escalar o 4-4-2 contra o São Paulo, achei que ele confundiu isso com uma fórmula do Santos jogar bem. O André acabou não se destacando muito contra o São Paulo, porque o time do Morumbi tem uma marcação pesada, realmente é mais fácil chegar costurando, chegando de fora da área, na correria. O sistema do São Paulo anula muito bem um centro-avante. Mas ontem era diferente, jogamos contra um time que também joga bola. Se isso por um lado é complicado, e complicou para a gente de fato, pois saíram na frente e o fim do jogo foi emocionante com o Santo André buscando o empate, por outro a zaga deles fica mais vulnerável e o trabalho de um pivô faria toda diferença. André ajudou o Santos abrir espaços na defesa adversária. Para mim, o nome do jogo. Principalmente porque foi dele gol que abriu a nossa contagem.

O Wesley esta complicando um pouco nosso jogo, tentava cortar mais que devia e não estava dando bons passes. Mas quando ele foi só o Wesley, aí entrou no conjunto e também fez a diferença. Dois gols quase iguais e uma pena ele não estar no jogo da semana que vem, já que recebeu o terceiro cartão amarelo.

Depois o jogo caiu um pouco e aconteceu o óbvio, com o Santos indo para cima, era questão de tempo para alguém do Santo André ser expulso. Dorival com a vantagem numérica colocou o Madson no lugar do Pará e o Peixe perdeu aí muito do ímpeto de ataque. O baixinho não entra bem como terceiro atacante, tem que jogar um pouco mais recuado. O certo seria tirar o Marquinhos que foi mal demais. Cruzes! Não sei como o Dorival não viu isso. O Marquinhos foi mal demais. Espero que ele acorde para os próximos jogos.

Mas valeu! Um jogaço de bola. Quem gosta de futebol não se arrependeu de ver o jogo, aliás, ficou extremamente satisfeito. O Santo André um bom time e merecidamente desbancou São Paulo, Corinthians e Palmeiras. O time do ABC está jogando muita bola, um adversário valoroso e difícil de ser batido.

Apesar de crescida a vantagem, ainda não acabou. E o Peixe para ser campeão precisa jogar o próximo jogo com a postura que apresentou nesse segundo tempo. Vai, Santos!!!

Nenhum comentário: