terça-feira, 13 de abril de 2010

Gol de um herói

Saudações Santistas! Ah... e vencemos a primeira partida da semifinal! Eu nem falei das vitórias sobre São Caetano e Sertãozinho, pois na prática valiam pouco para o Peixe e inclusive jogamos a última rodada com o time reserva.

O Morumbi a muito não tinha um grande jogo, com alternativas, com golaços, com polêmicas. Santos 3 a 2 no São Paulo e poderia ter sido mais, poderia não ter sido, poderia ter sido qualquer coisa. Apesar de achar que foi um belo jogo, achei que o Santos esteve abaixo do que pode por todo o jogo.

Dorival surpreendeu muita gente e manteve o esquema ofensivo. E fez certo, pois assim que o Santos é, ofensivo. Mas os primeiros minuto foram estranhos. Depois o Santos teve o jogo na mão, mas mesmo assim estava estranho. O Santos fez dois gols por jogadas pela esquerda, sendo o segundo um golaço num passe espetacular do Neymar. E foi passe, Juninho Paulista, seu animal.

O primeiro tempo foi facilitado pela expulsão do Marlos. Sinceramente, ele não merecia o vermelho, mas se não recebesse o cartão, eu iria falar um monte aqui. O Neymar em falta muito mais leve que as duas do Marlos recebeu amarelo, então, como eu reclamo de critério, eu tenho que aplaudir o árbitro que foi rigoroso demais, mas coerente.

O segundo tempo foi complicado. O São Paulo foi dominar o meio de campo e os três atacantes do Peixe perderam sentido. O Dorival demorou demais para mexer no time e o São Paulo aproveitou para empatar. Mas depois que entraram Madson, Zé Eduardo e o Pará, o Santos recompôs o meio de campo e voltou a dominar a posse de bola. Quase o Zé fez um gol num excepcional passe do Ganso. Mas o gol da vitória veio de um herói.

Eu aqui venho defendendo o Durval, depois de atacar sua contratação. Para mim, hoje é o grande cara da defesa do Peixe. Não tem para ninguém lá atrás com ele. E no domingo, ele foi para o ataque, cavou a falta e marcou de cabeça. Cara! Fiquei mais feliz com o gol dele do que se fosse de outro do time. O cara merece, é um guerreiro, é um herói.

É isso aí. Agora é pensar no Guarani na quarta e depois no São Paulo de novo.

E amanhã tem postagem de 98 anos! Vai, Santos!

Nenhum comentário: