segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Promessa cumprida

Saudações alvinegras!

Os meninos da Vila prometeram um espetáculo contra o Rio Branco (veja o vídeo na última postagem que eu fiz) e cumpriram. Não para classificar por menos aquilo que foi visto em campo e nas arquibancadas. 4 a 0 no fraco time de Americana, sem fazer esforço, em ritmo de treino e festa.

E festa porque tinha que ser assim. Um Santos como os torcedores gostam de ver entrou em campo ontem, então, o mínimo que poderíamos fazer era retribuir não parando de cantar. Fui ao estádio ontem e da arquibancada do Pacaembu fica difícil de analisar muita coisa. Mas posso dizer que vi um time que se doou o tempo todo em campo. Só que o Dorival está completamente certo que o time está ainda muito longe do ideal, muito longe do 100% que pode render.

O Santos com a bola no pé envolveu o Rio Branco. Aliás, os três primeiros gols foram marcados assim, com belos passes. O segundo para mim foi o mais bonito nesse sentido, pena que a TV não mostre a jogada desde o início. Mas sem a bola no pé ainda é um time que apresenta algumas falhas de marcação, isso ficou bem claro no segundo tempo. Nada para ficar desacreditado com o time, apenas algo que é perfeitamente corrigível.

Agora, o talento dos jovens fez total diferença. E assim que o torcedor gosta de ver o time, todo voltado para o ataque, com a molecada base jogando solta, indo para cima, fazendo gols. Neymar e Ganso foram demais ontem, irrepreensíveis, dois gols para cada e só golaço. E ainda vimos ontem o Breitner entrando em campo pela primeira vez no profissional. Ele não conseguiu mostrar muito o que sabe, o time já estava sentindo o cansaço normal dos primeiros jogos da temporada. Mesmo assim, o moleque quase deixou o dele.

Mas apesar do brilho da nossa base, a cena do jogo foi a entrada do G10ovanni. Festejada como um gol. O Messias está longe da velha forma, mas a técnica ainda impressiona. Assim ele deu um belíssimo passe para seu protegido Ganso fazer o segundo dele na partida, o terceiro do Peixe. Foi fantástico e foi belíssimo o canto da torcida para ele, a festa que fizemos foi para emocionar qualquer um.

Meio que no ritmo do mesmo do post que fiz no ano passado na mesma época, ainda não dá para saber como jogará esse novo Santos. Mas uma coisa eu espero, que seja um time jovem e que busque sempre o gol. Até o último minuto, como foi golaço sem querer ontem do Neymar.

Vai, Santos!

Nenhum comentário: