quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Santos, atualmente o time de levar viradas

Eu lembro de muitas vitórias do Peixe. São vitórias que vieram sempre no sofrimento, não consigo deixar de lembra da partida épica conta o Fluminense, com Renato Gaúcho como jogador, em 95. E o Santos sempre conseguiu boas viradas, a mais recente e convertida em título foi em 2007. Santos perdeu a primeira partida para o São Caetano e depois foi lá e virou o placar no segundo jogo. O Brasileirão de 2004 também foi vencido na base da virada, aliás, aquele time parecia saber que ganharia de qualquer jeito, se poupava até certo momento da partida e metia uma pressão frenética no adversário sempre no final do jogo e conseguia a vitória. Mas esse anos o time da virada, como costumamos cantar, está levando várias viradas.

E ontem infelizmente foi assim de novo e estou extremamente puto. Desculpem o termo, mas é assim que me sinto desde ontem. Só consegui dormir depois de um tempão e alguns episódios de Simpsons. Fui dormir já era quase duas da manhã, de cabeça quente e tentando achar explicação para tantos vacilos consecutivos do Santos.

O Santos tem um bom elenco, pode não ser o melhor do mundo, mas é bom. Teoricamente, tem um bom técnico também, bi-campeão nos pontos corridos, um currículo invejável. Mas simplesmente não funciona, ou melhor, funciona, mas pára! Eu penso que o Santos sofre de uma síndrome inversa do que acontecia em 2004. Agora o time não liga no final para conseguir a vitória, agora o time desliga, vem tomando viradas e empates, inclusive na Vila, e conseqüentemente perdendo pontos que poderiam deixar o Peixe brigando pelo título.

O jogo de ontem foi péssimo tecnicamente e só ganhou em emoção no finalzinho, ou seja, quem não dormiu conseguiu até ver um jogo interessante depois dos 30 minutos do segundo tempo. O Santos abusou de fazer faltas bobas, errou passes. O que é aquele Emerson? Está parecendo uma tartaruga ninja, só falta o casco. Aliás, se fosse tartaruga ninja estava bom, pois elas são ágeis, coisa que nosso amigo não é nem de longe. E o Robson? Que decepção esse rapaz! Já que falamos em síndrome, esse sofre da do Tabata, lembram? Só joga bem quando entra durante o jogo. Não fez nada e ainda vai o Luxemburgo e tira o Madson para entrar o Neymar. BURRRRRO!!!!

Aliás, o Santos já me lembra, e muito, algumas coisas o time de 2007, dirigido pelo próprio Luxa. É um time bem montado, que sabe fazer gols, mas que tem um técnico que quer ganhar jogo sozinho, só na tática. Luxemburgo, você não é o principal do jogo. Eu sei que isso é ruim para você, mas é a verdade. Faz o simples, meu amigo, faz o jogo fácil como você já foi mestre em fazer. O Santos vinha jogando bem com o esquema de três volantes e depois tendo a substituição no segundo tempo para uma formação mais ofensiva, pegando time adversário mais cansado. Então, para que entrar com os três meias, tomaram um baile ontem, pois eles não marcam. E ainda saca o Madson, que vem sendo o motorzinho do Peixe no ano. Não faz sentido nenhum. E o time recuou muito a partir das substituições do Luxa, principalmente quando ele fecha o time colocando o Pará.

E não adianta, Luxa, vir simplesmente defender o elenco, que, apesar de bom elenco, possui uma defesa fraquíssima. É lógico que a postura do time não pode ficar só a cargo dos jogadores, pois você é que recuou o time. E nem me venha só dar os louros da vitória ao Corinthians, que até se mostrou valente, mas só, não foi superior tecnicamente. Falar que a jogada do segundo gol foi maravilhosa é brincadeira. O senhor Luxemburgo é um fanfarrão! Só pode ser. E ainda bem que o Casão voltou a comentar jogos, pois senão teríamos novamente apenas pessoas na imprensa exaltando a jogada ensaiada. Pára todo mundo! Foi ridículo tomar os dois gols! O primeiro a defesa parou e não foi para o rebote. E o segundo lamentável, a defesa do Santos tentou fazer linha de impedimento, uma baita jogada babaca. O Casão falou bem, a zaga falhou feio, pois a jogada tinha tudo para dar em nada, mas graças a incompetência da zaga saiu o gol.

Aliás, o primeiro gol do Corinthians temos que tirar uma cópia e entregar para o Kléber Pereira. Ele poderia aprender com o Dentinho que não tem problema em dar carrinho para fazer gol, que isso até é legal. O importante é bola na rede. No primeiro tempo, o caríssimo centroavante perdeu um gol assim, simplesmente porque ele não quis dar um carrinho. Alguém precisa avisá-lo que o pessoal que cuida dos uniformes não esquenta de lavar o uniforme de quem se sujou mais para tentar vencer.

Claro que estou mais puto porque é clássico, pricipalmente um clássico contra o time queridinho da imprensa e que ontem mostrou para mim mais uma vez que apenas dá sorte. Não dá para almejar nada tendo um Majin Bill no ataque, mesmo fazendo o gol ontem, fraco. É o que me deixa mais ferrado. Mas o que me deixa ainda mais puto é o fato das viradas serem tão recorrentes e a vitória ontem era fundamental para quem queria chegar à Libertadores.

Dá ainda dá para chegar, mas ficou difícil demais. E ainda com o Ganso saindo para o Mundial Sub-20, não quero nem ver. Aliás, como ele vai, por favor, alguém sobe o Breitiner urgente! O Santos, se não usar logo o moleque, que já tem seus 20 anos, vai acabar chupando o dedo e vendo-o estourar em outro clube. Aliás, estou tão bravo que já ia esquecendo de falar do George Lucas, que jogou bem de novo ontem, e do Felipe, que tomou dois gols, mas vem catando muito. E ontem tomou aqueles que não tem jeito mesmo, nem São Marcos chega naqueles lances, espero que a contusão não seja grave e que esteja recuperado para daqui 10 dias, quando o Peixe estará de volta a campo.

E que esse tempo parado o Luxa reflita sobre o que ele quer! Ele já sabe que o Marcelo não ficará na presidência, então, há grande chance de ele não permanecer também. Mas se é assim, se ele já não está mais a fim, então, que saia logo e que venha outro para preparar o time para 2010, pois pretensão para 2009 eu já não tenho mais.

Nenhum comentário: