segunda-feira, 22 de junho de 2009

Baixando o nível 1

Em menos de duas semanas, eu vi duas cenas que realmente contam muito contra a arbitragem do Brasil. Mas o engraçado é o tratamento dado aos dois lances. O último lance aconteceu neste domingo no jogo do Peixe. O árbitro conseguiu fazer a maior lambança, terminou o jogo antes do acréscimo e depois voltou, depois anulou sem razão um gol nosso, o gol para livrar a cara da derrota. Diz que deu falta do Kleber Pereira, deu é perigo de gol! Isso que é! Mas o fato é que o acontecimento repercutiu bastante e foi até tema do Arena SporTv.



Até aí legal! Oras, lance absurdo e espero que no mínimo que esse Mané pegue vários jogos sem arbitrar. Uma vergonha. Sei que o Peixe não foi bem, mas de fato aí fica difícil de jogar bola e ter um campeonato sério. Mas é engraçado que um erro quase tão absurdo e evidente não tenha sido tão comentado, principalmente pela imprensa paulista. O gol do Ronaldo contra o Inter na quarta passada pela final da Copa do Brasil é um absurdo de irregular. Legal que ele correu, se esforçou, driblou e fez o diabo para marcar. Mas isso não apaga o fato da jogada ter nascido de uma falta batida em movimento e o pior é que não se viu tantos comentários assim. E pior ainda foi quem comentou disse que o árbitro não errou.



No vídeo fica bem claro o som de que o Heber apita, contudo ele não sinaliza. Todos jogadores olham para ele esperando a sinalização, mas ele faz cara de nada. O lance corre, sai o gol e os próprios jogadores do Inter não sabem se devem reclamar pelo lance. O impressionante foi a pouca importância dada ao lance e ainda a briga que alguns travaram com os fatos. Lamentável! O nível está baixando demais, tanto na arbitragem, quanto na imprensa.

Nenhum comentário: