segunda-feira, 22 de junho de 2009

Derrota, lambança e Mancini balança

O Peixe que vinha em uma campanha bastante razoável no Brasileirão, perdeu a mão de vez e perde a segunda partida consecutiva. Fomos derrotados agora em plena Vila. Infelizmente, devido a incompetência de quem monta a tabela não foi possível acompanhar ao vivo a partida. Eu realmente não tenho a grana para o "Nem-me-view", mas acho que é uma pouca vergonha passar para São Paulo o jogo do Inter e o Flamengo, que foi um jogão, baile do Mengo sobre o Colorado, mas ainda sim um jogo menos importante para o nosso Estado, que poderia ter ficado com Galo e Peixe que também foi jogaço!

Mas vamos aos fatos, o Santos novamente perdeu inúmeras chances de gol. Jogamos boa parte do jogo com 10 em campo, pois Kléber Pereira, o artilheiro dos jogos ganhos, pouco apareceu para o jogo. Ainda sim, Neymar estava em dia inspirado e fez belíssimas jogadas no primeiro tempo e marcou um belo gol. A vantagem no fim do primeiro tempo era nossa.

Aí começa a coisa, no primeiro tempo mesmo Fábio Costa saiu machucado e entrou o inseguro Douglas. Sinceramente, eu preferiria ver a volta do Felipe a meta do Peixe ou dar chances ao Vladimir que mostrou já ser bom nas categorias de base. Esse Douglas é pior que o B(t)osco do São Paulo. O nosso camisa 1 parece que ficará um bom tempo de molho é já foi dado como desfalque certo no próximo jogo, in Chiqueirão.

O Atlético saiu mais para o jogo no segundo tempo e empatou com Tardelli, numa falha linda da zaga que deixou o cara chutar como queria. Não bastasse isso, ainda tomamos gol do Evandro mentira que estava no Palmeira. O Léo toma um corte seco do cara, nem infantil a gente perdoa um lance desse. Para piorar ainda tomamos um gol de uma jogada de chutão. O Mancini inventou essa coisa de marcar em linha e nossa zaga não aprendeu a fazer isso, aí tomas só vários contra-ataques assim.

Aí também teve coisas que eu não gostei de Manicini, aliás, uma coisa só. O Neymar era o melhor jogador do Peixe em campo, não poderia de jeito nenhum ter sido sacado. E o pior que no lugar dele entrou o Maikon Leite, que se machucou de novo. Complicou de ver, porque se já estávamos com dez, pois não dava para contar com o Pereira, agora eram só nove em campo para o Peixe.

O Santos foi aguerrido e ainda conseguiu marcar com Léo o segundo gol. 3 a 2 na nossa cabeça e o árbitro resolve dar 4 minutos de acréscimo. É a chance do abafa santista, mas o senhor árbitro conseguiu em 5 minutos acabar com o jogo. Primeiro, ele que tinha sinalizado 4 acabou o jogo aos 47 minutos. Mancini e os jogadores do Santos foram para cima reclamando os dois minutos faltantes. Percebendo a bobagem feita, comete uma outra maior, resolve reiniciar para jogar esses dois minutos. Aí o Santos conseguiu uma falta nesse tempo e marcou um gol de cabeça com o Molina. Ali era a salvação da lavoura, pois seria um empate heróico. Mas o árbitro deu falta de Kléber Pereira, que estava paradão na área e não participa de nada. Gol anulado e mais confusão, Léo expulso. Vou te falar... está uma belezura essa nossa arbitragem.

Larapiaram 1, 1 e a chance de segurar o Atlético Mineiro. Claro que eu acho que o time foi mal, tinha que ter rendido muito mais. Faltou capricho nas finalizações. Muitos gols perdidos cara a cara. Um conjunto de coisas, mas não dá para não se revoltar com o que o árbitro "Beltrano" fez. Safado! Larápio! LADRÃO!!!

O único ponto positivo de ontem mesmo foi a boa estréia do Wagner Diniz que deve ser titular daqui para frente da camisa 4. Agora é juntar os destroços e pensar no Palmeiras e não tem desculpa para perder. A vitória é a única alternativa se a idéia for classificar para a Libertadores.

E o Mancini está balançando no cargo. Ele nunca foi unanimidade lá na baixada e com a demissão de Muricy, ele já não está tão seguro no cargo. Eu acho ridículo a torcida e parte do conselho forçar essa situação. Tirando a saída do Neymar, não tem mais muitos erros do Mancini, só a defesa mesmo que está difícil de acertar. Só que não dá para colocar na conta dele os gols que o Kléber Pereira perde. Mas o fato é que como Muricy no mercado, Mancini já não é tão mais seguro no cargo de técnico do Peixe.

Nenhum comentário: